Estátua representando sexo na antiguidade
0
Posted in Sexualidade
maio 1st, 2018

Mitos e Tabus do Sexo

A história da sociedade mostra de forma clara que o sexo pode ser considerado um tabu. Existem muitos mitos e tabus do sexo que estão sendo desmistificados com o passar dos anos.

A nossa educação, tanto escolar como familiar não ensina sobre educação sexual.

Isso afetou a forma como as pessoas veem e tratam a sexualidade. Somado a características humanas e de cada grupo de pessoas a falta de entendimento sobre a sexualidade pode ser potencializada.

Os mitos e tabus do sexo são crenças antigas empregadas por uma época, por exemplo, em que a mulher  sentir prazer era considerado algo de baixo calão.

Mas será que mudou muita coisa? Você ainda conhece pessoas que pensam e agem dessa maneira?

A sociedade moderna está aos poucos aceitando a sexualidade como um assunto mais comum na roda de amigos e familiares.

Isso é avanço considerável em relação à década passada, mas que ainda necessita de maior abertura e discussões sérias.

Com o aumento das DSTs (Doenças sexuais transmissíveis) a sociedade começou a ver os mitos e tabus do sexo como um assunto necessário para combate da transmissão de doenças.

Nós próximos dois tópicos vou abordar as questões dos mitos e tabus do sexo

Também mostro algumas dicas de como podemos introduzir o tema em nossas conversas com nossos parceiros e filhos.

Estatua representando sexo na antiguidade

Mitos do sexo

Existem centenas de mitos sobre o sexo. Claro que não vou aqui listar todos, afinal de contas, muitos podem não ser de nosso interesse.

Alguns mitos dependem muito da vivência de cada grupo de pessoas, a idade também interfere. A crença popular local e de determinado grupo de pessoas pode afetar na forma de ver a sexualidade.

Muito da educação sexual deveria vir de casa e da escola. A palavra mito vem do grego fábula, logo você já imagina que não se trata de uma verdade.

Veja alguns mitos sobre o sexo.

1. Somente até os 20 anos

É mentira afirmar que uma pessoa sente prazer e desejo somente na adolescência.

A fase adulta é o pico do prazer sexual e aumenta o libido e a prática de sexo seguro e constante pode aumentar ainda mais o prazer.

 

2. Mulheres ejaculam apenas em filmes

Não! Mulheres podem sim ter ejaculação durante o sexo. Pesquisa recente do Jornal of Sex Medicine da Inglaterra mostrou que cerca de 10% a 40% das mulheres podem ter ejaculação.

A ejaculação feminina vem em forma de urina misturada a uma secreção produzida no momento da prática sexual. Mesmo sem penetração a mulher pode ter orgasmo? Sim.

Estudos mostram que o orgasmo feminino vem somente do clitóris. Podendo tanto ser estimulado por fora através da cabeça do clitóris ou com a penetração estimulando a parte interna.  

 

3.  O hímen estará intacto na primeira vez de uma mulher

Não necessariamente a mulher precisa ter o hímen intacto antes do primeiro ato sexual.

O uso de brinquedos sexuais e de alguns absorventes podem com o passar do tempo deixar a mulher sem a membrana.

4. Preliminar não é sexo

A preliminar pode sim ser considerado sexo. Não entenda o sexo apenas como o ato de penetração.

Qualquer atividade que esteja ligado ao antes e depois da execução sexual pode ser considerada sexo, então, por isso as preliminares são tão importantes para o aumento da libido e prazer sexual.

 

5. Somente com penetração

Sexo existe apenas com penetração. Mentira. O sexo pode ser realizado de várias formas. As carícias, masturbação e outras práticas podem ser considerados atos sexuais.

Atividades íntimas que proporcionem prazer a duas ou mais pessoas devem ser consideradas atividades sexuais.

 

6. O libido da mulher é menor do que do homem

A mulher pode ter o libido mais aflorado tanto quanto o homem. A questão aqui é o tempo em que a mulher pode levar para sentir mais prazer no momento do ato sexual.

Algumas mulheres sentem compulsão sexual, que nesse caso é diferente de libido alto e deve ser tratado com orientação psicológica.

Mais uma vez a importância das preliminares.

 

7. Mulheres odeiam sexo anal

Grande parte das mulheres sentem medo, receio ou até vergonha de praticar sexo anal.

Mas nós sabemos que isso pode ser causado simplesmente por tabu.

A prática de sexo anal deve ser feita quando de comum acordo e com os devidos cuidados de segurança e higiênicos, caso contrário pode passar de uma situação de prazer para algo muito ruim.

O sexo anal seguro e realizado de forma gradativa, respeitando os limites femininos podem trazer prazer e até orgamos as mulheres.

 

8. As mulheres devem evitar a masturbação

Claro que não! Quanto mais você se conhecer e pratica a masturbação de forma saudável mais importante é para a sua saúde sexual e pessoal.

Mulheres que se tocam conseguem direcionar seus parceiros mais facilmente para suas zonas erógenas.

A masturbação deve ser algo comum a mulher pois ajuda em vários aspectos além do prazer, podendo ser praticada de várias formas, até mesmo como fortalecimento vaginal.

 

9. Dor é normal

Sentir dor no ato sexual não é normal, apesar de muitas mulheres acharem que pode ser.

A dor está relacionado a alguma disfunção do corpo feminino como o vaginismo e falta de lubrificação.

Em caso de dor você precisa procurar ajuda médica.

 

10. Não gozou? Normal

As mulheres precisam e devem gozar com certa regularidade. Mulheres que nunca gozam estão fazendo mau para si mesmas.

Ao gozar a mulher libera hormônios importantes para a sua saúde.

Mais difícil para a mulher chegar lá, é importante se conhecer, se tocar, conversar com o parceiro sobre o assunto e claro, seguir as preliminares.

 

Tabus do sexo

Em relação aos tabus da mesma forma que a sociedade impõe algumas questões que não são verdadeiras quando se fala de sexo e mulher, existe também a desinformação.

A sociedade vem passando por grandes transformações e isso altera a forma das mulheres se comportarem.

Com maior independência em vários ambientes da vida, quando se fala de sexualidade e prazer pessoal não poderia ser diferente.

As mulheres estão conquistando cada dia mais espaço e quebrando alguns tabus, antes vistos como impossíveis de serem alterados.

 

1. Ter um corpo perfeito

As mulheres se cobram constantemente pelo mito do corpo perfeito. Isso é claramente imposto pela sociedade.

Ter corpo perfeito é um ter corpo saudável, não exatamente esbelto e com curvas perfeitas.

Aceitar suas características e suas curvas mais acentuadas e alguns quilinhos a mais pode não ser algo tão difícil.

Aceitar a forma como são as suas partes íntimas também é uma necessidade. Cada mulher tem uma característica de vagina, bumbum e seios.

Existem dos mais diferentes tamanhos e formatos, pode ter certeza, se o seu parceiro realmente tiver cumplicidade por você ele irá aceitar você como você é.

 

2. Casar virgem

Casar virgem antigamente era sinal exclusivo de pureza e respeito. Uma mulher que não fosse mais virgem em sua primeira relação poderia não ser considerada uma mulher ideal para casar.

As coisas andam mudando nos últimos anos. Com maior independência da mulher, nós também estamos conseguindo maior facilidade para tratar o tema antes do casamento.

3. Sexo casual

Não quer dizer que você está sozinha que não poderá sentir prazer a dois. Como todo ser humano nós mulheres sentimos necessidade de ser tocada.

O sexo casual pode ocorrer de diversas maneiras. Algumas mulheres preferem praticá-lo com pessoas mais próximas, no que as mulheres chamam de P.A.(Pau Amigo).

Outras ainda procuram por outras formas como massagens, sexo virtual ou até mesmo profissionais do sexo.

A regra básica é, vai fazer sexo casual, segurança é tudo, use camisinha.

 

4. Falar de sua fantasias

Se as mulheres eram discriminadas muitas vezes por não serem mais virgens antes do casamento ou por fazerem sexo casual, imagine falar sobre suas fantasias?

As mulheres possuem muitas fantasias sexuais, desde das mais simples como usar brinquedos eróticos até às mais ousadas como ter relações com mais de uma pessoa ao mesmo tempo ou com outra mulher, por exemplo.

As fantasias fazem parte de qualquer mente, pensar em coisas diferentes no dia a dia sexual não torna você menos mulher.

Pelo contrário, as mulheres muitas vezes possuem mais fantasias dos que os homens.

Dentro de um relacionamento, quando você se sentir à vontade e segura expresse suas fantasias ao seu parceiro.

Talvez a sua fantasia pode ser a mesma que a dele.

 

5. Fazer sexo anal

Sexo anal era visto como algo apenas para sentir dor. Isso mudou com o passar dos anos. Com a mulher tendo mais acesso ao prazer o sexo anal pode sim ser também prazeroso.

Produtos e técnicas facilitam a prática e podem fazer do momento algo divertido, sensual e acima de tudo sem dor.

 

6. Revelar o número de homens

A mulher da década passada poderia ser visto como promíscua se já tivesse tido mais de 1 ou 2 homens.

Hoje é comum a mulher ter tido mais de um relacionamento sério. Não deu certo, para que perder tempo?

Procure a sua satisfação é a sua felicidade, no final de contas isso é o que conta.

 

7. Novas experiências

Como as fantasias as mulheres muitas vezes querem ter novas experiências sexuais e isso não pode ser problema nem um relacionamento e nem motivo para DR.

Usar brinquedos eróticos mais avançados, ter um vibrador e usar coisas diferentes no momento do sexo pode ser divertido e agradável ao mesmo tempo.

O assunto possui uma relação muito grande também com as fantasias femininas.

Ter novas experiências sexuais pode fortalecer um relacionamento pois você mostra respeito, empatia, além de despertar novas sensações.

 

8. Papel mais ativo

Tanto na vida profissional como na sexual as mulheres vêm demonstrando um papel mais ativo.

Quando falamos de sexualidade estamos dizendo que a mulher pode ser quem toma a ação em várias situações.

Seja na rotina sexual como sendo a sedutora e não a seduzida, sendo a dominadora e não simplesmente deitando para deixar o parceiro se satisfazer e você ficar a ver navios.

As mulheres ganham seu espaço quando expressam suas necessidades e suas fantasias. Isso já é uma forma de se tornar mais ativa.

Em outras palavras as mulheres também podem se tornar mais ativas é relação a prática sexual.

Os homens podem sentir muito prazer na região do períneo anal e isso pode trazer novas experiências a um casal.

Leia também:

 

 

9. Tomar a iniciativa

Se você estiver com vontade não tem problema nenhum tomar a iniciativa e partir para cima do crush.

Em uma relação mais íntima tomar a iniciativa pode fazer a mulher sentir até mais prazer, seja nas preliminares ou na hora do sexo.

 

10. No dia seguinte

Foi uma noite daquelas e agora você está louca para ter uma noite desta novamente e tem receio de tocar no assunto.

Pense diferente, talvez o seu parceiro esteja apenas esperando você falar sobre a noite passada para querer repetir tudo de novo, seja uma fantasia ou seja um brincadeira sexual.

 

Concluindo

Você pode notar que existem diversos mitos e tabus sobre a sexualidade feminina que estão sendo quebrados.

Você precisa se satisfazer sexualmente, da mesma forma como o homem. Deixe o pensamento em unicamente agradar o seu parceiro do lado de fora do seu quarto, mas há um longo caminho pela frente e você tem participação importante no tema.

Quando você fala sobre o assunto em seu círculo de amizade ou simplesmente com o seu parceiro está sendo uma transformadora da sociedade e dando a sua contribuição.

Não deixe de falar com o seu parceiro sobre sexo e as temáticas que envolvem o assunto.

Quanto maior for a cumplicidade e respeito entre vocês melhor será a vida sexual entre o casal.

Não tenha medo, se precisar de mais dicas eu posso te ajudar.

 

Leia também:

Noite romântica: 11 dicas para preparar uma noite daquelas e apimentar a sua relação

 

Liliane Benedet

38 anos, casada e mãe. Acredito que toda mulher é Única, por isso criei a Eu Única. Estou sempre me reinventando. Aprendiz na área de sexualidade e relacionamentos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*